Respeite a arte! Ao reproduzir em outros lugares a obra de algum artista, cite o autor. Todas as poesias aqui presentes foram escritas por Mao Punk.

Visite também meu blog de textos: RESQUÍCIOS DEPRESSIVOS, SUJOS E NOJENTOS .
Textos que expõem a fragilidade e indecência humanas de forma irônica, metafórica e sem embelezamentos.

sábado, 25 de junho de 2011

SONETO PARA CAROLINA

Caso abrace, Carolina,
Tanto o riso quanto o pranto,
Há de sentir qualquer encanto
Em cada lágrima descida.

Em toda dor, toda ferida,
Há de encontrar algum recanto
E soará belo acalanto:
Um riso em uma despedida

Da aflição que lhe dói tanto.
As lágrimas serão teu manto
A anunciar a dor perdida.

Oh, Carolina! O meu espanto
É descobrir agora o quanto
O teu sorriso me traz vida!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

ESTROFE ABERTA

Quem deixou
A estrofe aberta?
Minha rima
In...
       completa.

terça-feira, 14 de junho de 2011

MEU SORRISO PARA CAROLINA

Se o sorriso meu lhe traz felicidade
Deixe então brotar um riso em teu rosto
Pois de teu sorriso foge meu desgosto,
Sem o meu desgosto um riso, nunca tarde,

Surge em meu semblante. Pois então sorria!
Cada riso teu é o fim da própria morte
A trazer conforto e renovar minha sorte
Pois em teu sorriso há mais de minha alegria.

Se o meu sorriso é boa referência
Para lhe fazer sorrir com excelência,
Peço que sorria incontidamente

Já que eu me encontro de sorriso aberto
Por algumas horas eu lhe ter por perto
E por eu guardar teu riso em minha mente.

domingo, 12 de junho de 2011

AMPARO

O que me acontece não é planejado.
O que me acontece é a vida que se oferece.
E a vida - ora, a vida! - não se pode negar.
Não há como negar vontades,
Não há como negar confusões,
Não há como negar as dúvidas.
A vida só se faz assim, súbita e inesperada.
Do contrário é a morte, certeza indesejada.

***

Em minha existência cabem dores,
Bem mais do que posso pensar ser possível.
E cabe mais vida do que já tive,
Mais finais, mais histórias.
O que faço? Já não sei.
Mas sei que faço o que me cabe.

sábado, 4 de junho de 2011

TROVA PARA INICIAR O DIA ou TROVA PARA INICIAR UM ROMANCE

Hoje o galo já cantou,
O Sol também já nasceu
E o dia não começou
Pois falta um carinho seu.